sábado, 14 de maio de 2016

ARTIS XIV - 07 de maio a 30 de junho


Abriu portas no dia 7 de maio e decorre até 30 de junho o XIV Artis – Festival de Artes de Seia. Apesar do mau tempo, com anúncios de tempestade em plena Primavera, a cerimónia de abertura contou com a presença de grande número de artistas, participantes e convidados, assim como de muito público entusiasta e entidades municipais. Na ocasião, foram homenageados Virgínia Pinto e Mário Jorge Branquinho, a primeira pela sua obra escultórica, representando a escultura senense contemporânea, o segundo por ter sido o impulsionador e principal fundador da Associação de Arte e Imagem de Seia (com José Carlos Calado, José João Rodrigues e Sérgio Reis) há precisamente 15 anos, para além de relevantes contributos para a cultura senense nos últimos 20 anos, no jornalismo, associativismo, criação e organização de eventos culturais, tendo ainda publicado três livros de crónicas e realizado algumas exposições individuais de fotografia. Os troféus e certificados foram entregues aos homenageados pelo Presidente da Câmara, Carlos Filipe Camelo, Presidente da Associação de Arte e Imagem, Luiz Morgadinho, Vereadora do Pelouro da Cultura, Cristina Sousa, e pelo professor e artista plástico Sérgio Reis, que usaram da palavra. A cerimónia encerrou com uma brilhante atuação da Orquestra Didática do Conservatório de Música de Seia, muito aplaudida, provando que não faltam no concelho jovens com elevado potencial artístico.
O Artis – Festival de Artes de Seia realiza-se desde 2002 e é organizado pelo Município de Seia em parceria com a Associação de Arte e Imagem de Seia. O Festival centra-se nas exposições de artes plásticas e de fotografia, patentes ao longo de dois meses nas galerias e foyer do cineteatro da Casa da Cultura de Seia. No salão e galerias da Casa da Cultura estão patentes 80 obras de desenho, pintura e tapeçaria, de outros tantos artistas portugueses e estrangeiros, com destaque para os artistas de Seia, juntamente com 19 obras de escultura. No Foyer do Cineteatro, encontram-se expostas 32 fotografias, a maioria subordinada ao tema do Artis XIV, “Reflexos”. As maiores surpresas desta edição referem-se ao elevado número de inscrições, qualidade das obras, participação de artistas estrangeiros e uma enorme adesão ao tema proposto. A diversidade e qualidade complicou o trabalho do júri de seleção, que decidiu apurar o máximo de artistas reduzindo a sua participação a uma única obra. Foram ainda apuradas as melhores obras em exposição, na Pintura, Escultura e Fotografia, nomeadamente: "In the Middle", óleo s/tela (Rui Tavares); "Auto-observação", gesso e metal (Samuel Ferreira); "A Autodestruição e a Resignação", fotografia digital (Sérgio Viana).

Na galeria de exposições temporárias do Posto de Turismo de Seia terá lugar até final de maio a exposição individual de pintura de Xico Melo (Francisco Dias Mota Veiga), sucedendo-se no mesmo espaço, durante o mês de junho, a exposição coletiva dos alunos finalistas do Curso de Artes Visuais do Agrupamento de Escolas de Seia.


O programa do Festival de Artes de Seia inclui ainda diversas atividades paralelas contemplando as mais diversas artes, com destaque para a Música, Teatro, Cinema, Performance e Poesia. No primeiro mês do Festival decorrerá o IX Motin – Mostra de Teatro Infantojuvenil, de 16 a 21, com apresentação de peças pelos grupos de teatro escolar do concelho e dois grupos convidados, Teatro e Movimento (Coimbra) e MIAU Companhia de Teatro (Lisboa). Ainda durante o mês de maio, terá lugar no dia 14 a sessão de cinema e tertúlia organizada pelo 7ª Sena, com o fotojornalista Marcelo Londoño como convidado, uma instalação performativa de Ricardo Cardoso a 28, no Largo da Câmara, com início às 15:00 horas, e oficinas de pintura no jardim para os mais novos, orientadas pela artista plástica Tânia Antimonova, entre 16 e 20 de maio.

Na apresentação de um dos homenageados, Mário Jorge Branquinho

Exposição de Artes Plásticas - vista parcial

Exposição de Artes Plásticas - vista parcial

  Abertura do Artis XIV - vista parcial

 Abertura do Artis XIV - vista parcial

Trabalhos dos alunos da Casa de Santa Isabel




sábado, 9 de abril de 2016

Exposição Onda Bienal anuncia pólo da 2ª Bienal de Gaia em Seia


Foi ontem inaugurada na Casa Municipal da Cultura de Seia a exposição Onda Bienal em Seia, com a presença de Agostinho Santos (Presidente dos Artistas de Gaia e Diretor da Bienal de Gaia), Carlos Filipe Camelo (Presidente da Câmara Municipal de Seia), Luiz Morgadinho (Presidente da Associação de Arte e Imagem de Seia), artistas locais e da região (Gouveia, Mangualde, Viseu) e convidados.
O momento solene teve como ponto alto o anúncio formal da criação em Seia de um pólo da 2ª Bienal Internacional de Gaia, a realizar em julho, agosto e setembro de 2017, ao lado de Vila Nova de Cerveira, Viana do Castelo e outras cidades do norte de Portugal.
A Onda Bienal é um projeto que decorre da 1ª Bienal de Gaia (2015) e que pretende levar a ação da Bienal a outras localidades no ano entre duas bienais, em parceria com outras associações de artistas e municípios.

 Apresentando a exposição Onda Bienal em Seia

 Luiz Morgadinho, Sérgio Reis, Carlos Filipe Camelo, Agostinho Santos, Virgínia Pinto, Florentina Resende

 Vista parcial da exposição

Vista parcial da exposição

Fotos: CMS e Sérgio Reis


domingo, 28 de fevereiro de 2016

Prémio de Pintura Infante D. Luís às Artes 2016 - Salvaterra de Magos


Estão abertas as inscrições para o ARTIS XIV

O Município de Seia e a Associação de Arte e Imagem de Seia, promovem o ARTIS XIV – Festival de Artes de Seia, de 7 de Maio a 30 de Junho de 2016.

O referido Festival é composto por Mostras de Pintura, Escultura, Fotografia e Música, integradas num programa que contemplará outras áreas artísticas – cinema (7ª Sena) e teatro (Motin).

A exposição de Artes Plásticas e Fotografia tem como principais objetivos a divulgação e promoção da riqueza e variedade das artes no interior, encontrando-se aberta a artistas nacionais e estrangeiros das mais diversas sensibilidades estéticas e habilidades técnicas.

Inscrições
a) A participação é gratuita e aberta a artistas nacionais e estrangeiros;
b) Cada concorrente deve enviar para o e-mail: casacultura@cm-seia.pt os seguintes dados:
- Fotografias das obras a concurso (num máximo de duas);
- Uma breve memória descritiva das obras a concurso;
- Uma ficha de inscrição devidamente preenchida (disponível no site www.casadaculturadeseia.pt e blogue: www.artisdeseia.blogspot.pt ;
- Uma fotografia e um currículo abreviado do artista (10 linhas de texto, Arial 11, 2 espaços) para reprodução em catálogo;
c) Os textos descritivos anexos às obras não devem ultrapassar meia página A4 (Arial 11).

Os dados referenciados no ponto anterior, com a respetiva ficha de inscrição, deverão ser enviados até ao dia 4 de Abril de 2016 para o respetivo e-mail. É possível a inscrição online nos sites indicados.

Características das obras
Cada artista poderá participar com uma ou duas obras, subordinadas ao tema do Festival - “Reflexos”, ou tema livre;

Cada pintura ou desenho não poderá exceder 100 X 100 cm. As esculturas ficam limitadas a 200 cm de altura e a 80 kg. As fotografias deverão ser apresentadas em formato digital e em papel, tendo como dimensões máximas 45 X 35 cm;


As instalações, obras de arte multimédia e em suporte informático serão consideradas caso a caso, ficando a sua aceitação dependente do espaço, localização requerida e meios técnicos existentes.

Obras selecionadas
O anúncio das obras selecionadas será enviado atempadamente por mail a todos os participantes;

As obras selecionadas deverão ser entregues até às 18 horas, do dia 18 de Abril de 2016, no seguinte endereço: Casa Municipal da Cultura de Seia, Av. Luis Vaz de Camões, 6270 – 484 – Seia, Portugal;

As obras devem ser entregues com a apresentação e proteção que os artistas julgarem convenientes mas com sistemas de suspensão adequados e indicação clara, no verso, da posição de suspensão;

As obras participantes nas exposições deverão ser recolhidas pelos seus autores até ao 10º dia após o encerramento da Artis XIV.

Será editado um catálogo em papel.

Cerimónia de abertura da Artis XIII (2015). Foto de Pedro Ribeiro.

sexta-feira, 26 de fevereiro de 2016

"Arte", de Yasmina Reza, 2016

Há Arte Concetual e "arte concetual". Nada de confusões. Mas a fronteira não é clara nem vem nos livros, é mais uma fronteira inventada e desenhada pelos "mercados". Tal como acontece aliás na música, na moda e até na gastronomia - com a famigerada "cozinha criativa".

Sobre esta temática, (re)vejam a peça "Arte", de Yasmina Reza, com encenação de António Feio em 1998 (nos links abaixo, com António Feio, José Pedro Gomes e Miguel Guilherme). A peça está novamente em cena em Lisboa (Teatro Tivoli) e chegará ao Porto em junho (Teatro Sá da Bandeira). 
A não perder.



Ver a peça “Arte” no YouTube:

terça-feira, 29 de dezembro de 2015

Chão de Brinco 2


Chão de Brinco Poesia n.º 2 - Dezembro de 2015. Edições Cardo. 
Coordenação. Antonino Jorge / Alfredo de Resende Figueiredo. 
Poemas inéditos e desenhos de: A. Riomonte - A. M. Pires Cabral - Armandina Maia - Carlos Poças Falcão - César Luís de Carvalho - Côta Sexas - Cruzeiro Seixas - José Emílio Nelson - José Luís Mendonça - José saraiva - Nuno Júdice - Sónia Moll. Portfólio dedicado a Egito Gonçalves]. In-8.º grande de 92 páginas. 
Br. Ilustrada com desenhos originais dos poetas e de Sérgio Reis (ilustrando o poema de José Saraiva). 
Tiragem de apenas 100 exemplares.

sexta-feira, 18 de dezembro de 2015

Nostra Damus em Oliveira do Hospital

A exposição itinerante Arte Nostra Damus estará patente até 06 de janeiro de 2016 na Casa da Cultura César de Oliveira em Oliveira do Hospital.
Imagens da abertura, dia 11 de dezembro.